Notícias

A- A+

Valorização da Vida

09/2017

Setembro Amarelo é o mês de prevenção ao suicídio

Ascom Unimed Maceió Madalena Freitas, psicóloga do Viver Bem, fala sobre prevenção ao suicídio

Madalena Freitas, psicóloga do Viver Bem, fala sobre prevenção ao suicídio

O suicídio é um tema complexo, delicado e cheio de tabus, mas que não deve ser ignorado pela sociedade. Pensando nisso, o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) e o Centro de Valorização da Vida (CVV) se uniram para desenvolver uma campanha anual de prevenção ao suicídio, o “Setembro Amarelo”.

A psicóloga Madalena Freitas, do Viver Bem - Serviço de Medicina Preventiva da Unimed Maceió, destaca a importância de uma abordagem multiprofissional para prevenir o problema.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 32 pessoas se suicidam por dia no Brasil, ou uma a cada 45 minutos, o que faz do país o oitavo com o maior número de casos no planeta.

“É importante lembrar que o suicídio está, na maioria das vezes, atrelado a um transtorno mental passível de tratamento. E, entre os casos, nove em cada dez poderiam ser prevenidos. É necessário buscar ajuda e a família deve ter muita atenção com quem está à sua volta. É preciso desmistificar o tema, além de realizar um tratamento para o transtorno mental e que devolva ao paciente a vontade de viver”, explica a psicóloga Madalena Freitas.